quinta-feira, 23 de julho de 2015

Melhorando seu Inglês de Graça


Para se tornar competente em qualquer idioma é necessário compreender sua forma oral e escrita. Esse post fala de alguns serviços que podem ser úteis para alcançar esse objetivo.

Nada substitui o contato com falantes do idioma, principalmente os preparados para te ajudar a aprender o idioma que você quer falar, ou seja, um bom professor pode te ajudar a poupar muito tempo. Mas dito isso, existem formas de melhorar seu domínio da língua inglesa sem gastar nada. (além do necessário para ter um aparelho conectado à internet, claro)


O Duolingo funciona mais ou menos como um jogo e explora o idioma o suficiente para criar uma base extensa de palavras e construções gramaticais. Se usado frequentemente pode servir como uma ótima revisão para quem já estudou inglês e não está satisfeito com o próprio domínio do idioma, e também serve com uma introdução para quem nunca o estudou. As lições exploram desde os temas mais introdutórios até assuntos avançados, por isso o serviço serve para todos os níveis — exceto talvez falantes que já dominem o inglês escrito e só tenham interesse em melhorar suas habilidades de audição (listening) e comunicação. 

O serviço é gratuito e funciona direto do navegador, além de possuir aplicativos para Android, iOS e Windows Phone.

Além de construir uma base de palavras conhecidas, é necessário reconhecer essas palavras quando elas saem do papel, e dada a variedade de sotaques existentes essa tarefa traz dificuldades próprias. A melhor forma de se aprender a ouvir um idioma, é ouvindo. Óbvio, mas quanto maior for sua familiaridade com os sons do idioma, mais fácil vai se tornar compreendê-lo quando ouvi-lo vindo de outras pessoas.

Para nossa sorte existem os podcasts. E existem para todos os gostos, temas e níveis. Para iniciantes programas como Aprenda Inglês da BBC, Inglês na Ponta da Língua e English Experts, que são podcasts apresentados parte em português ou com transcrição e glossário para expressões mais complicadas. Níveis mais altos tem mais opções, desde programas como o 6 Minute English onde os apresentadores falam mais devagar e explicam as expressões sem usar português, até programas onde falam normalmente, voltados para falantes fluentes do idioma; e nessa categoria existem tantos que não caberia aqui.

Além de saber escrever, ler, interpretar, entender o idioma falado é importante conseguir se comunicar bem. E essa barreira é onde a maioria das pessoas trava. É possível desenvolver sua habilidade nas áreas anteriores com pouco contato direto com outros falantes, mas por definição, comunicação exige contato com outras pessoas.


Serviços como o MeetUp e os Eventos do Facebook permitem que pessoas com interesses em comum organizem encontros. Mas se por alguma razão você mora longe ou por qualquer outra razão não pode ir a esse tipo de evento o Verbling é uma ótima alternativa.

O site também oferece lições pagas, mas o serviço mais interessante que oferecem é gratuito: salas de bate-pato com outros estudantes do idioma que você quer praticar. Tudo que você precisa é fazer uma conta no site, entrar na sala de comunidades e escolher em qual sala deseja entrar.


Como o bate-papo do Verbling usa o Google Hangouts é possível praticar direto do navegador, se você estiver num computador, ou em qualquer outro dispositivo que tenha o app do Hangouts instalado.

E para terminando com mais um conselho clichê, essas ferramentas podem te ajudar a melhorar seu domínio da língua inglesa. Mas isso só acontece se você criar o hábito de se dedicar com frequência. Mesmo por meia hora, ou até quinze minutos, o importante é ter o hábito de estudar com frequência, de preferência todo dia.